08/07/2024 às 17h13min - Atualizada em 08/07/2024 às 17h13min

Para população e para a polícia, desaparecimento de Geovana continua mistério em Taquarussu

Adolescente saiu há um ano para ir a festa julina e nunca mais foi vista em MS

- NaHoraNews
midiamax
Divulgação

Com mais de 3,5 mil habitantes, o município de Taquarussu, distante cerca de 325 km de Campo Grande, segue na busca pela adolescente Geovana Souza Dias, de 16 anos, que desapareceu há exato um ano após sair para ir a uma festa julina na cidade.

O delegado responsável pelo caso, Caio Leonardo Bicalho, afirmou que este é um dos casos mais importantes que está em investigação. “Desde o dia dos fatos não paramos de trabalhar no caso. É um dos casos mais importantes pra gente, mas infelizmente não tivemos ajuda de câmeras ou testemunhas, o que dificultou o trabalho”, explicou.
 

O caso segue aberto. O delegado informou que a bicicleta e o aparelho celular da vítima, encontrados caídos na rua, passaram por perícia, mas que não apresentaram nenhuma informação que pudesse ajudar no caso. No local também não havia sinais de violência. 

Foram feitas buscas por toda a cidade e também na área rural com auxílio de cães, drones, militares da polícia e do Corpo de Bombeiros.

“Não tem como descartar qualquer possibilidade a respeito. Todas as hipóteses estão sendo apuradas. É um mistério”, finaliza.
 

A reportagem entrou contato com a irmã de Geovana, Camila Marasmo, que informou que sempre mantém contato com o delegado, mas que também não tiveram informações. “Não fazemos ideia do que aconteceu. Está sendo angustiante conviver sem respostas”, lamentou.

Desaparecimento

O registro do sumiço foi feito pela irmã de Geovana que estranhou o fato da menina não dar notícias.

A adolescente saiu de casa por volta das 20h para ir a uma festa, mas não chegou ao destino e não retornou para casa. A família tentou contato telefônico, mas uma pessoa atendeu a ligação, disse que tinha encontrado o aparelho na rua e devolveu para os familiares.

A bicicleta que a vítima usou para ir à festa também foi encontrada próximo de onde o celular foi achado, perto de um quebra-molas na Rua Quenenciano Cecílio de Lima e do cruzamento com a Rua Olivia Maria Vieira.

No dia do desaparecimento, Geovana estava vestindo uma blusa verde brilhosa, calça preta e tênis branco.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://nahoranews.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Na Hora News,A Notícia na Hora que os Fatos Acontecem
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp